Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Concerto de Câmara - Anthony Marwood

Concerto de Câmara - Anthony Marwood

Música & Festivais | Concerto

Teatro Nacional S. Carlos

Salão Nobre
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
mai
18
Realizado

Duração

60 minutos

Promotor

OPART - Organismo de Produção Artística, EPE

Breve Introdução

CONCERTO DE CÂMARA
Salão Nobre do Teatro Nacional de São Carlos
18 de maio, 20h
--------------------------------------------------------------------------------
Wolfgang Amadeus Mozart
Sinfonia Nº 1

Felix Mendelssohn
Concerto em Ré menor para violino e orquestra

Ludwig van Beethoven
Sinfonia Nº1

Violino e direção musical
Anthony Marwood

Orquestra Sinfónica Portuguesa
Maestrina titular Joana Carneiro

--------------------------------------------------------------------------------

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) era já um menino-prodígio conhecido na Europa quando escreveu, apenas com oito anos de idade, a Sinfonia n.º 1 em Mi bemol, K.16, onde podemos apreciar o engenhoso exercício melódico e vivacidade rítmica, bem como a influência de seu pai e de Johann Christian Bach, que Mozart conheceu durante a sua digressão a Inglaterra.

Ao mencionarmos uma obra para violino de Félix Mendelssohn (1809-1847) ocorre-nos imediatamente o maravilhoso Concerto para violino e orquestra de cordas em Mi menor, op64. Porém, na década de 1950, o violinista Yehudi Menuhin descobriu um outro que o compositor escreveu com apenas 13 anos de idade: o Concerto para violino e orquestra de cordas em Ré menor que, a exemplo do concerto em Mi menor, é igualmente estruturado em três andamentos de desenho profundamente clássico. Esta obra de juventude foi oferecida pela família do compositor ao ilustre violinista Ferdinand David que, curiosamente, estrearia como solista o Concerto para violino em Mi menor, a 13 de março de 1844, em Leipzig.

Ludwig van Beethoven (1770-1827) escreveu a sua Sinfonia n.º 1 em Dó maior, Op. 21 em Viena entre 1799 e 1800 e estreou-a no Burgstheater da mesma cidade a 2 de abril de 1800. Apesar de ser a mais conservadora de todas as suas sinfonias, nela Beethoven anuncia já novos caminhos para as suas obras posteriores. A sinfonia é dedicada ao Barão van Swieten, melómano e amigo de Mozart.

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) was only eight years old when he composed his Symphony n.1 in E flat, K.16. In his first symphony we can already admire his ingenious melodic exercise and rhythmic liveliness, as well as the influence of his father and of Johann Christian Bach, who Mozart met during his tour in England.
When we mention a concert for violin of Félix Mendelsshon (1809-1947) we immediately think of the wonderful Violin concerto for string orchestra in E minor, op.64. However, in the 50s, the violinist Yehudi Menuhin unearthed another one composed by Mendelssohn when he was only 13 years old: the Violin concerto for string orchestra in D minor which, like the Mi minor concerto is deeply structured according the classical design.

Ludwig van Beethoven (1770-1827) composed his Symphony n.1 in C major, op. 21 in Vienna between 1799 and 1800, and premiered it at the Burgstheater of the same city on the 2nd April of 1800. The Symphony is dedicated to Baron van Swieten, a music-lover and friend of Mozart.

Informações Adicionais

O Teatro Nacional de São Carlos informa que, de acordo com o Decreto-Lei n.º 23/2014, de 14 de fevereiro, os espetáculos de música e dança são destinados a maiores de 6 anos.

O Teatro Nacional de São Carlos informa, ainda, que não é permitida a entrada nas salas de espetáculos a crianças com idade inferior a 3 anos de acordo com o Decreto Lei nº. 116/83, de, 24 de fevereiro.

Não é permitido comer ou beber dentro das salas.

Partilhar