Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Um Cancioneiro Português I - Transmissão Online 12 mar 2021

Um Cancioneiro Português I - Transmissão Online 12 mar 2021

Música & Festivais | Concerto

Sala Virtual TNSC

Online
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2021
mar
12
Realizado

Duração

60 minutos

Promotor

OPART - Organismo de Produção Artística, EPE

Breve Introdução

TRANSMISSÃO ONLINE
12 DE MARÇO 21H

Um Cancioneiro Português
Um caminho entre poesia e música

FRANCISCO DE LACERDA (1869/1934)
Cantiga de amigo (Pero Gonçalvez de Porto Carreiro) 1930

FRANCINE BENOÎT (1894/1990)
De: Três canções tristes (publicadas em 1932)
Partindo-se (João Rodrigues de Castelo Branco) 1919

FREDERICO DE FREITAS (1902/1980)
Cantar de amigo (D. Dinis) 1927

CLÁUDIO CARNEIRO (1895/ 1963)
De: Cantares 1931
Cantar damigo (Lourenço)
De: Do meu Quadrante 1924/1926
A Ribeirinha (Dom Sancho I ou Afonso X)

FERNANDO LOPES-GRAÇA (1906/1994)
Quatro líricas castelhanas: (Gil Vicente) 1960
1. Qua es la niña
2. En la huerta nace la rosa
3. Mal ferida va la garza
4. Por las riberas del rio

IVO CRUZ (1901/1985)
De: Canções profanas 1968
O sol é grande (Sá de Miranda)

JORGE CRONER DE VASCONCELLOS (1910/1974)
Comigo me desavim (Sá de Miranda) 1938

JORGE CRONER DE VASCONCELLOS (1910/1974)
En esta vida mortal (Diogo Brandam) 1936/1937
Baylemos nos ia todas tres (Airas Nunes) 1936

VITOR MACEDO PINTO (1917/1964)
De: Sete canções antigas 1950
-Que de meus olhos partais (Rui Gonçalves)
-Pois partis e me leixais (João Afonso de Aveiro)

FERNANDO LOPES-GRAÇA (1906/1994)
De: Sete cantigas de amigo: 1960
- Sedia la fremosa (Estevam Coelho)
- Eu nunca dórmio nada (João Lopes dUlhoa)
- Em Lixboa, sobre lo mar (João Zorro)
- Per boa fé, meu amigo (D. João de Guilhada)
- Bailemos agora (João Zorro)

De um lado a nossa riquíssima e variada poesia, do outro a pouco divulgada obra musical por ela inspirada. Mais do que uma história ou um catálogo será um deambular pelos nossos séculos XIX e XX, um tomar contacto com ambientes musicais e
personalidades muito diversas, um conhecer de obras que nos podem levar a reflexões sobre o nosso passado, o nosso presente cultural. Durante todo o ano, uma vez por mês, dois cantores e um piano, em ambiente íntimo, darão corpo a programas ordenados segundo uma vaguíssima lógica de ideias, escolas ou personalidades poéticas.

Mariana Castello-Branco, Soprano
Christian Luján, Barítono

João Paulo Santos, Piano

Partilhar
Cartão São Luiz

Serviços Adicionais